Quanto Ganha uma Empregada Doméstica – Salário

Uma empregada doméstica ganha, no mínimo, o salário mínimo, atuais R$724 mensais. Fique atento aos encargos.



O valor acima (que pode ser maior em alguns Estados, em função da adoção de um piso local), se refere à jornada de 44 horas semanais – com, no máximo, oito horas diárias. O excedente deve ser pago como hora extra. Com a nova legislação, aprovada em 2014 pelo Congresso Nacional e sancionada pela presidente da República, as empregadas domésticas têm praticamente os mesmos direitos dos demais trabalhadores com carteira assinada (em regime de CLT).

Quanto Ganha uma Empregada Doméstica?

empregada doméstica

Portanto, no momento de calcular as despesas, não basta apenas ter em conta quanto ganha uma empregada doméstica: é preciso fazer uma provisão para o pagamento de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), indenização por demissão sem justa causa, férias, eventuais horas extras, adicional noturno (bonificação pelo trabalho realizado entre 22h e 6h), auxílio-creche vale-transporte e outros, que podem elevar o bastante as despesas.

Por exemplo, uma empregada doméstica ganha 1,5 salário mínimo: R$ 1.086 mensais. Este valor se eleva para pouco mais de R$ 1.500, com os custos do registro profissional e a provisão para o FGTS. Além disto, é preciso prever algumas horas extras (inclusive pelo trabalho em feriados), a despesa com temporários no período de férias e a multa de 40% nas despedidas.

Os empregadores podem descontar, do salário da empregada doméstica, a contribuição mínima devida ao INSS (Instituto Nacional de Seguro Social), de 8% (o total é de 20% do salário: 12% ficam a cargo do patrão), faltas não justificadas (com a perda do repouso remunerado), atrasos (para isto, é preciso organizar uma folha de ponto, com assinatura da empregada e rubrica do patrão), vale-transporte (até 6% do salário bruto). É proibido descontar qualquer valor por fornecimento de alimentação, vestuário e higiene.

Novas Regras para Domésticas

doméstica clt salário

Muitos empregadores, em função dos novos encargos trabalhistas, estão pensando na possibilidade de substituir a empregada doméstica. No entanto, as diaristas ganham mais e fazem seu próprio horário de trabalho. Se o empregador precisar do serviço em um domingo ou feriado, terá que negociar com a diarista e chegar a um termo comum.

Além disto, uma diarista que trabalhe três vezes por semana na mesma residência (ou remunerada pelo mesmo patrão) tem os mesmos direitos de uma empregada doméstica mensalista. É preciso identificar, no momento da decisão, o que é mais vantajoso, não apenas em valores, mas também pelas necessidades da família. Quem tem crianças em casa pode não prescindir de uma doméstica todos os dias. O tamanho da casa também influi.

Salário de Empregada Doméstica

De acordo com pesquisas, nos últimos dez anos, os salários estão entre os que mais cresceram (mesmo sem a PEC das Domésticas), as profissionais estão mais velhas e a informalidade caiu. As razões para estas mudanças se relacionam principalmente à melhor qualificação das empregadas domésticas, que abandonam as casas de família em busca de melhores oportunidades. Em 2001, 75% domésticas eram analfabetas; em 2011, o percentual caiu para 57%.

Em São Paulo, estão as melhores médias salariais: R$ 850 mensais; na região Nordeste, estão as piores: R$ 650 (abaixo do salário mínimo nacional). O aumento dos ganhos, no entanto, também está gerando outro fenômeno social: o número de famílias de classe média sem empregada doméstica vem crescendo ano a ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *