Quanto Ganha um Topógrafo – Salário

O salário varia bastante. Um topógrafo ganha entre R$ 2,6 mil e R$ 12 mil por mês. Veja por quê.



Este profissional de nível superior realiza o levantamento topográfico de construções, infraestrutura urbana e pavimentação rodoviária. Um topógrafo pode trabalhar como assalariado ou autônomo e, neste último caso, precisa contratar a própria equipe, com auxiliares de topografia, técnicos em edificações e cartógrafos, por exemplo. Assim, um cartógrafo ganha até R$ 12 mil mensais, mas tem de arcar com os salários e custos dos equipamentos.

O trabalho de um cartógrafo inclui a análise de superfície e subsolo da terra, do relevo natural e das obras elevadas na região. Ele determina a localização, perfil, dimensões e configuração dos terrenos (por exemplo, uma região arenosa ou com lençóis freáticos não pode receber edificações acima de três andares).

Um topógrafo também pode trabalhar determinando o tipo de material que deverá ser utilizado em determinada construção.

topógrafo salário

Quanto Ganha um Topógrafo?

De acordo com o SINE (Sistema Nacional de Empregos), um topógrafo ganha, de acordo com o porte da empresa contratante:

  • trainee: entre R$ 2,6 mil e R$ 3,7 mil;
  • recém-formado: entre R$ 2,9 mil e R$ 4,7 mil;
  • com quatro e seis anos de carreira: entre R$ 4,5 e R$ 5,6 mil;
  • com seis a oito anos de carreira: entre R$ 4,5 e R$ 6,5 mil.

A amostragem da pesquisa do SINE foi feita com base em informações de 2.400 topógrafos, de acordo com salários pretendidos e contribuições salariais.

quanto ganha topógrafo

Curso de Topografia – Formação para ser Topógrafo

O curso de topografia, no Brasil, geralmente é chamado como Engenharia de Agrimensura ou Engenharia Cartográfica e tem como objetivo o planejamento e realização de obras topográficas, levantamentos planimétricos e nivelamentos, o cálculo de volumes de aterramento e nivelação de Engenharia, a execução de obras, estudos de fotogrametria (a fotografia com informações métricas, formas e descrições de objetos contidos em determinada região) e implantação e manutenção de sistemas de informação geográfica.

Além das disciplinas básicas das engenharias, como cálculo, física e desenho, os futuros topógrafos estudam disciplinas relacionadas à coleta, processamento, análise e representação de dados espaciais.

Os estudantes também aprofundam conhecimentos sobre geodésia (ciência que se ocupa da forma, dimensões e campo de gravidade do planeta), batimetria (estudo de áreas submersas por meio de sonares), fotogrametria, geoprocessamento (conjunto de técnicas relacionadas ao tratamento da informação espacial), sensoriamento remoto (tecnologia de obtenção de imagens e dados da superfície terrestre) e cartografia (conjunto de estudos que permite o desenho de cartas geográficas).

O curso é ministrado em cinco anos. Os alunos também aprendem tecnologias úteis para o sensoriamento remoto e a fotogrametria digital. Parte das aulas é dedicada às práticas de laboratório e às pesquisas de campo.

Em algumas instituições de nível superior, como a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), os topógrafos participam da prestação de serviços à comunidade. As atividades são centralizadas em levantamentos topográficos e na regularização de terras rurais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *