Quanto Ganha um Farmacêutico – Salário

O farmacêutico trabalha com o preparo e desenvolvimento de medicamente. Os salários variam bastante, confira nesse artigo completo quanto ganha um farmacêutico no Brasil e suas oportunidades no mercado de trabalho.



O farmacêutico é um profissional de nível superior que atua na área da saúde. Ele atua na pesquisa na composição e nos processos de produção de medicamentos, cosméticos, itens de higiene pessoal e alimentos industrializados. Testes nos princípios ativos envolvidos na fabricação de todos estes itens também fazem parte do dia a dia profissional.

Na indústria, o farmacêutico é responsável pelo registro de novos produtos, participa da distribuição e comercialização e checa se eles chegam às farmácias e supermercado em condições sanitárias adequadas e testa a composição das substâncias, para verificar a possibilidade de haver problemas colaterais, como reações alérgicas.

farmaceutico salário

Nos laboratórios de análises clínicas, o farmacêutico realiza e mantém o registro de exames laboratoriais e toxicológicos realizados nos pacientes, para auxiliar equipes de saúde no diagnóstico, controle e evolução das enfermidades. Em farmácias, distribui medicamentos, prepara formas personalizadas (nas empresas de manipulação) e explica aos pacientes o uso correto dos remédios, além de métodos de conservação e descarte.

É preciso cuidado ao escolher em São Paulo, o Conselho Regional de Farmácia criou um selo de qualidade de educação farmacêutica, que classifica em três categorias: bronze, prata e ouro, de acordo com o nível de excelência do ensino prestado aos futuros farmacêuticos.

Antes de se inscrever no processo seletivo, é preciso verificar a classificação da instituição de ensino. Ele é opcional, mas baseado em vários quesitos: projeto pedagógico, titulação do corpo docente, infraestrutura, plano de carreira para os professores, laboratórios, farmácia-escola institucional (ou conveniada), biblioteca, entre outros.

Quanto Ganha um Farmacêutico?

farmacêutico

Os farmacêuticos não têm um piso salarial unificado para todo o Brasil. Eles dependem de convênios coletivos de trabalho, celebrados em cada Estado, O piso salarial em Minas Gerais é de R$ 3.500, nas jornadas semanais de trabalho de 44 horas. Em São Paulo, é de R$ 1.155 (empresas com menos de cem empregados) e R$ 1,300 (para empresas maiores).

Na Bahia, as empresas distribuidoras, farmácias de manipulação e drogarias pagam R$ 1.5oo (jornada de 24 horas) e R$ 3.300 (jornada de 44 horas). As farmácias populares do Brasil pagam R$ 4.100 para farmacêuticos assistentes e R$ 4,400 para os gerentes, sempre pela jornada de 44 horas semanais.

Como se vê, as diferenças são grandes. Além disto, as empresas podem pagar salários maiores ou conceder bônus para os farmacêuticos. As convenções estabelecem o salário mínimo a ser praticado. Desta forma, as grandes redes podem oferecer reajustes mais altos.

Em pesquisas por empresas de consultoria em recursos humanos encontraram as seguintes média: farmacêutico bioquímico: R$ 2.500; farmacêutico: R$ 2.600; supervisor de farmácia: R$ 2.700; farmacêutico hospitalar: R$ 2.800; coordenador de laboratório: R$ 3.300; gerente de farmácia: R$ 3.500.

É importante lembrar que as médias são nacionais e podem refletir a situação dos Estados em que, nos dissídios, farmacêuticos que obtiveram maiores avanços recebem os maiores salários. Para saber o exato valor da tabela, os estudantes e interessados precisam consultar os sites conselhos regionais de Farmácia a que estão vinculados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *