Quanto Ganha um Entregador – Salário

Ele entrega encomendas, refeições e manuseia cargas. Veja quanto ganha um entregador.



Em geral, as empresas exigem que um entregador seja maior de 18 anos, do sexo masculino (é rara a contratação de mulheres para a função), tenha o ensino fundamental completo e, em caso de trabalhar com veículos, a carteira nacional de habilitação (CNH). Algumas empresas, especialmente as de maior porte, exigem a conclusão do ensino médio.

Na maior parte das oportunidades para entregadores, o trabalho é realizado em escala de plantão. Portanto, os interessados precisam ter disponibilidade para trabalhar em fins de semana e feriados e também de alterar o horário de trabalho.

entregador salário

Quanto Ganha um Entregador?

Um entregador prepara cargas e descargas, movimenta materiais em caminhões, motocicletas ou bicicletas e realiza a entrega de pedidos. Em muitos casos, um entregador trabalha em parceria com motoristas e auxiliares de carga e descarga. Este trabalhador ganha, em média, um salário mínimo (R$ 880,00) mensal.

Nas regiões Sul e Sudeste, o salário é um pouco maior. Em empresas pequenas, um entregador ganha R$ 1.150; nas médias, R$ 1.400; e nas grandes, R$ 1.600. Com oito anos de trabalho na mesma empresa, o salário pode atingir até R$ 2.000. Vale lembrar que quem trabalha à noite (entre 22h e 5h) tem direito a receber o adicional noturno (um acréscimo de 20% sobre o valor da hora diurna).

Uma possibilidade de aumentar os rendimentos está reservada para quem tem veículo próprio (motocicleta, automóvel, caminhonete ou caminhão): trabalhando como autônomo, este entregador pode prestar serviços para diversas empresas. Um motoqueiro pode, pode exemplo, fazer entregas de quentinhas e pizzas – além do valor pago pelo restaurante, a renda é aumentada com as gorjetas dos clientes.

+ Confira: Quanto Ganha um Motoboy – Salário

profissão entregador quanto ganha

De acordo com a disponibilidade de horário, o salário médio nacional ultrapassa os R$ 2.500. Na maior parte dos casos, porém, no caso dos entregadores, a legislação trabalhista brasileira exige o registro em carteira ou o cadastro como profissional autônomo.

Um entregador pode trabalhar em praticamente todas as indústrias e empresas comerciais (varejistas e atacadistas), como depósitos de material de construção, farmácias, supermercados, etc., além de prestadoras de serviços (entregas de refeições, correspondência, malotes, etc.).

Um motorista entregador precisa conhecer as principais vias da região alvo da empresa e ter facilidade para traçar rotas. A categoria da CNH depende do tipo de carga transportada. Geralmente, é exigida a categoria “D” (transporte acima de 3.500 quilos).

Quanto ganha um entregador de gás?

Um motorista entregador de gás liquefeito de petróleo (gás de cozinha) ganha R$ 1.300 mensais, e tem direito a receber o adicional de periculosidade, equivalente a 30% do salário, em função do transporte de carga perigosa (inflamáveis, explosivos e energia elétrica).

+ Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *