Quanto Ganha um Biomédico – Salário

A Biomedicina é a área da saúde responsável por pesquisar doenças, causas e tratamentos. Veja quanto ganha um biomédico.



Biomedicina, ou Ciências Biomédicas, é um bacharelado em que os estudantes mergulham em Anatomia, Patologia, Análises Ambientais, Bacteriologia, Bioestatística, Biofísica, Ética, Citologia, Biologia Molecular, Bromatologia, Circulação Extracorpórea, Ecologia e Saneamento, Embriologia, Física, Química, Genética, Histologia, Hematologia, Micologia, Metodologia Científica, Toxicologia, Parasitologia, Radiobiologia e Virologia. O curso tem duração de oito ou dez semestres e um biomédico pode trabalhar em várias frentes diferentes.

Especialistas em recursos humanos afirmam que o mercado para biomédicos está em expansão, especialmente com a popularização dos diagnósticos por imagem (tomografias computadorizadas, ressonâncias magnéticas, etc.), mas profissionais da área afirmam que o mercado está muito competitivo. Para exercer a profissão e ganhar bons salários, apenas a graduação não é suficiente. Os estudantes da Biomedicina precisam pensar em especializações ainda durante a graduação.

O RUF – Ranking Universitário Folha, vinculado ao Instituto Data Folha – classifica os dez melhores cursos de Biomedicina: Universidade de São Paulo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Estadual Paulista, Universidade Estadual de Londrina, Universidade Federal de Uberlândia. Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Federal do Pará, Universidade Federal de Minas Gerais, Universidade Feevale (Novo Hamburgo, RS) e Universidade de Franca.

biomédico

Quanto Ganha um Biomédico?

No Brasil, um biomédico ganha em média R$ 2.000 mensais. Não há um piso definido para a categoria. O salário varia de acordo com as convenções e acordos coletivos definidos em cada Estado. Os maiores salários ficam nas regiões Sul e Sudeste.

Um acordo coletivo firmado entre o Sindicato dos Biomédicos de São Paulo e o Sindicato dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde, Laboratórios de Pesquisas e Análises Clínicas do Estado de São Paulo (SINDHOSP) estabelece o piso de R$ 1.840 mensais para estabelecimentos com até 50 empregados e de R$ 2.000 mensais para estabelecimentos com 51 empregados ou mais.

Em Goiás, o piso salarial dos biomédicos é de R$ 1.215 mensais para jornadas de até 24 horas semanais, R$ 1.821 para jornadas de 36 horas semanais e R$ 2.225 para jornadas de 44 horas semanais (a jornada máxima de trabalho prevista pela legislação brasileira).biomédico salário

Fazer estágios ou atuar na área durante a graduação são atividades fundamentais para um biomédico conseguir uma boa colocação profissional ao se formar. No caso de não encontrar atividades remuneradas, é importante inclusive participar de atividades beneficentes: o importante é acumular experiência ainda durante o curso.

Congressos, painéis, seminários, mesas-redondas e simpósios são igualmente necessários. A mera posse do diploma de Biomedicina não é suficiente para garantir um bom emprego – e, consequentemente, uma boa remuneração. O domínio de outros idiomas, especialmente inglês e espanhol, além da facilidade com informática (existem aplicativos específicos para a área), é útil para abrir portas no mercado de trabalho.

Os estágios são obrigatórios – são 700 horas de práticas supervisionadas, a serem cumpridas nos dois semestres finais do bacharelado –e envolvem o desenvolvimento de novos testes, a manutenção e preparo dos equipamentos, análise de consistência dos resultados, liberação de laudos, gerenciamento do fluxo do processo de exames e sua repetição (novas coletas), etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *