Quanto Ganha um Auxiliar de Produção – Salário

O salário de um auxiliar de produção pode ser de apenas um salário mínimo:



Um auxiliar de produção ganha entre R$ 704 (o salário mínimo nacional) e R$ 1.400. Cinco Estados brasileiros estabelecem um piso mínimo mais elevado: Paraná (R$ 949), Rio de Janeiro (R$ 891), Rio Grande do Sul (R$ 887), Santa Catarina (entre R$ 867 e R% 957, de acordo com a atividade da empresa) e São Paulo (R$ 820).

Os valores variam de acordo com o tempo de serviço e o porte da indústria (que pode ser uma pequena panificadora ou uma montadora de veículos multinacional); vale notar que nos grandes polos industriais do Brasil, os salários e as condições e oportunidades de emprego são sensivelmente maiores.

auxiliar de produção

Quanto Ganha um Auxiliar de Produção?

A indústria contrata auxiliares de produção para aumentar a produtividade e reduzir a perda de concentração. Os operários mais qualificados se responsabilizam por tarefas mais complexas (como a operacionalização de máquinas sofisticadas), enquanto os auxiliares cuidam dos pequenos detalhes do dia a dia da empresa: embalagem, organização de ferramentas e do ambiente de trabalho, montagem de equipamentos, abastecimento da linha de produção, revisão de produtos já manufaturados, etc.

Em muitas indústrias, a jornada de trabalho é feita com revezamento de turnos; nestes casos, é preciso ter disponibilidade de horário. O trabalho é orientado pelos supervisores e coordenado, na maioria das vezes, por um gerente de produção.

Justamente por isto, os departamentos de recursos humanos não fazem muitas exigências aos candidatos a uma vaga de auxiliar de produção. Muitas vezes, não pedem experiência anterior (ou de apenas dois ou três meses) e o ensino médio em curso; em muitos casos, a conclusão do ensino fundamental é suficiente, mas candidatos nesta condição podem entrar na seleção já com desvantagem. Desta forma, muitos jovens em busca do primeiro emprego conseguem ser alocados nas linhas de produção.

No entanto, pessoas de todas as idades podem obter uma vaga, especialmente nos períodos de maior movimento nas fábricas, como as épocas de Páscoa, Dia da Criança e Natal. São vagas temporárias, mas com grandes chances de efetivação e de desenvolvimento na carreira profissional: basta garantir a execução das tarefas com qualidade, ser assíduo, higiênico e pontual.

Já uma vaga de auxiliar de produção gráfica exige mais dos candidatos: é preciso ter o ensino médio (algumas empresas recrutam estudantes de Design, Comunicação ou Produção Editorial) e experiência com programas de computação gráfica. Este profissional realiza serviços de produção e impressão, atende os clientes, limpa e lubrifica máquinas, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *