Quanto Ganha uma Bailarina Profissional – Salário

É preciso dançar bem, ser bonita e inteligente. Confira quanto ganha uma bailarina.



Ainda mais em época de televisões de alta definição, a beleza é fundamental para seguir uma carreira de bailarina nas emissoras de TV. O cabelo comprido é outro pré-requisito. A dança, no entanto, pode ficar em segundo plano: das 12 meninas que trabalham no “Programa do Gugu”, da Rede Record, apenas uma tem formação em dança.

Para trabalhar no “Domingão do Faustão”, da Rede Globo, além de beleza corporal, é preciso ter um pouco de talento. Os coreógrafos responsáveis pela seleção avaliam fotos, testes de dança e de vídeo e também analisam o currículo. As 25 bailarinas recebem aulas de dança. A procura é feita em academias, festivais de dança e agências de modelos.

Bailarinas de Programas de TV

bailarinas de programa de tv

No SBT, as bailarinas do “Programa Silvio Santos” têm formação em balé clássico. Apesar disto, os salários não são atraentes: cada jovem ganha por volta de R$ 1.500 para gravar cinco dias por semana. Na TV Globo, os ganhos são mais elevados: R$ 5.000 por mês, no programa apresentado por Fausto Silva. Na Record, uma bailarina ganha R$ 3.000.

+ Leia: Quanto Ganha uma Bailarina do Faustão – Salário

balé clássico salário

Balé clássico, quanto ganha?

Ser uma bailarina clássica exige talento e uma boa dose de sorte. O Brasil não tem tradição na montagem de peças clássicas, como “Romeu e Julieta” (Sergei Prokofiev) e “O Quebra-Nozes” (Piotr Tchaikowsky), por exemplo. A maioria das peças é encenada nas grandes metrópoles.

O balé clássico surgiu na Itália renascentista (século XV), onde as cortesãs se apresentavam com um misto de canto, dança e declamações. Os atuais espetáculos podem ter um enredo, representar um sentimento ou apenas refletir a música.

Para se tornar uma bailarina clássica, é necessário gostar de dança, cuidar do corpo e ter muita disposição para os ensaios e treinamentos. A dança é considerada clássica justamente por salientar a beleza, a pureza e a harmonia das expressões.

Existem muitas escolas, inclusive em nível de graduação universitária. Além disto, muitas ONGs oferecem aulas em comunidades carentes. Mayara Magri, hoje uma bailarina consagrada em palcos do mundo todo, vencedora dos Grand Prix de Nova York (EUA) e de Lausanne (Suíça) em 2011, deu os primeiros passos no Projeto Dançar a Vida, em uma comunidade carente da Tijuca (Rio de Janeiro).

Em média, uma bailarina solista (a protagonista do espetáculo) ganha R$ 6.000 (o valor aumenta quando a jovem está em cartaz).

É um bom salário, para os padrões brasileiros, mas uma bailarina em formação do Royal Ballet School, de Londres (Inglaterra) ganha cinco mil libras esterlinas (pouco mais de R$ 20.000), com direito a alojamento e outros benefícios. Além disto, as jovens têm a oportunidade de se apresentar em diversas cidades da Europa e América do Norte.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *