Quanto Ganha um Organizador de Eventos – Salário

Um organizador de eventos ganha bem para os padrões brasileiros, mas precisa ter disponibilidade e disciplina.



Em primeiro lugar, um organizador de eventos, para obter destaque no mercado, precisa saber ouvir. Ele será procurados por pessoas pouco experientes na produção de uma comemoração: casais de noivos, pais em busca de bailes de debutantes, aniversários especiais de casamento (como as bodas de prata e de ouro), turmas de formandos querendo organizar a cerimônia de entrega dos certificados e diplomas e o tradicional baile (hoje, está mais para balada eletrônica).

Em outro segmento, os clientes de um organizador de eventos são empresários e executivos de empresas interessadas em lançar um novo produto ou serviço, no reposicionamento de marcas, em festas de fim de ano e em muitas datas especiais (como dez, 20 ou 50 anos de atuação) – são muitas as oportunidades.

organizador de eventos

Quanto Ganha um Organizador de Eventos?

Este profissional pode adquirir experiência no setor trabalhando em agências de promoções e eventos, com banqueteiros, cerimonialistas ou em buffets especializados. No início da carreira, um produtor ganha entre R$ 1.500 e R$ 2.000 (porém, muitas empresas não registram os empregados, ou o fazem com salários abaixo dos efetivamente pagos).

Ao lançar-se como um organizador de eventos, responsável por todas as tarefas afetas a uma comemoração familiar ou corporativa. Nesta condição, o profissional ganha entre R$ 5.000 e R$ 6.000 mensais. E, como em todas as profissões, existem algumas estrelas que fazem as exceções, organizando eventos de socialites, atletas e artistas, sendo remunerados com quantias incalculáveis.

O organizador de eventos precisa pesquisar a cultura das empresas e o universo por onde transitam os amigos e familiares interessados em comemorar casamentos e batizados: de nada adianta planejar um baile de gala, se o interesse dos clientes é um churrasco descontraído.

Evidentemente, um organizador de eventos se especializa em um ou mais nichos do mercado: festas infantis, casamentos, festas temáticas, eventos corporativos, etc. Um profissional especializado em casamentos de luxo, com uma boa carteira de clientes, não precisa, por exemplo, fazer projetos e orçamentos para uma comemoração de uma sociedade de amigos de bairro.

No entanto, o ideal é não guardar “todos os ovos na mesma cesta”, uma vez que, em caso de queda, os itens serão quebrados. É importante transitar por um ou mais áreas do setor de eventos, inclusive para aumentar a criatividade, a originalidade e até as trocas culturais.

A ampliação do leque de atividades pode tornar a empresa de eventos mais conhecida no mercado, qualificando-se, desta forma, para desenvolver eventos mais amplos, que vão da apresentação de uma apresentação musical ou de uma nova coleção de alta costura, à organização de uma feira do setor naval, aeronáutico ou automobilístico, orçados em alguns milhões de reais.

organizador de eventos salário

Formação em Organização de Eventos

Algumas faculdades brasileiras oferecem cursos de Tecnologia em Eventos, uma graduação tecnológica cursada em dois ou três anos. No entanto, a profissão não é regulamentada nem reconhecida como de nível superior e, por isto, muitos profissionais de outras áreas – e mesmo sem formação acadêmica – atuam no setor de eventos, alguns com bastante êxito.

Seja como for, a graduação pode servir como base, especialmente para os recém-egressos do ensino médio, mas é muito importante procurar adquirir experiência prática logo no início do curso. O domínio de idiomas (especialmente inglês e espanhol) também é importante, mas o fundamental é a capacidade de empatia, a disponibilidade de tempo (a maior parte dos eventos é realizada nos finais de semana).

organização de eventos

Os profissionais que querem montar o próprio negócio precisam adquirir boas noções de gestão, ter a capacidade de negociar com clientes e fornecedores dos mais diversos itens (em um casamento, por exemplo, estas providências passam pelo preparo da cerimônia e da recepção, envio de convites, acompanhamento da confecção dos trajes dos noivos, organização da lua de mel e até a remessa de cartões de agradecimento aos convidados presentes; a lista é longa.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *