Quanto Ganha quem Trabalha na ONU – Salários

A ONU recruta brasileiros de até 32 anos. Quem trabalha na organização ganha a partir de US$ 46 mil anuais.



A Organização das Nações Unidas mantém o programa YPP – Young Professional Programme (Programa de Jovens Profissionais), voltado para graduados de até 32 anos. Anualmente, o órgão divulga uma relação de países-membros cujos cidadãos podem se candidatar.

A seleção é feita por exame público e, inicialmente, os novos contratados pela ONU trabalham no país de origem, com salários iniciais a partir de US$ 46 mil (R$ 160 mil, pelo câmbio atual). As inscrições geralmente são abertas entre julho e setembro de cada ano.

trabalhar na onu

Para atuar nos organismos internacionais (OMS, UNESCO, UNICEF, etc.), a ONU dá preferência a candidatos de países não representados ou com sub-representação na entidade (atualmente, são 54 países).

Outra possibilidade de ingressar na ONU é a carreira de diplomata, que tem início com a pós-graduação universitária no Instituto Rio Branco. Neste caso, a seleção é de responsabilidade do Ministério das Relações Exteriores.

Os pré-requisitos e a seleção para trabalhar na ONU

O YPP dá preferência para as áreas de arquitetura, assuntos econômicos, assuntos políticos, assuntos sociais, produção de mídia (rádio, TV e internet), sistemas de informação e tecnologia, mas, a cada ano, o recrutamento pode privilegiar outras áreas.

Quanto Ganha quem Trabalha na ONU?

trabalhar na onu salários

Quem trabalha na ONU ganha entre US$ 46 mil e US$ 86 mil anuais (salário inicial), começa a carreira na capital federal (no nosso caso, Brasília, DF) e pode ser convocado para atuar em qualquer dos 193 países membros da organização mundial. Os interessados em trabalhar na ONU devem acessar o site https://careers.un.org.

De acordo com o próprio organismo internacional, o YPP é destinado a profissionais talentosos e altamente qualificados que desejem iniciar uma carreira civil no Secretariado das Nações Unidas. O programa consiste na prestação de serviços para a ONU e na participação de programas de desenvolvimento pessoal e profissional, visando à especialização em uma das diversas áreas de atuação.

Os interessados em trabalhar na ONU precisam ter as seguintes qualificações:

  • formação superior em qualquer área (a ONU determina segmentos preferenciais). Mestrados e doutorados contam pontos na seleção;
  • fluência em inglês ou francês (a proficiência deve ser atestada nos exames de admissão);
  • profundos conhecimentos sobre os mecanismos de atuação do órgão internacional.

salário onu

A disputa é acirrada. Em 2015, 26 mil brasileiros se inscreveram para trabalhar na ONU, que destinou pouco menos de 500 vagas para cidadãos do país. A seleção consiste de três etapas:

  • envio de currículo e carta de motivação, que deve conter os motivos determinantes da candidatura, relato da experiência na área e esclarecimentos sobre as formas de contribuir para os objetivos do organismo internacional;
  • prova discursiva, em que são avaliados os conhecimentos sobre relações internacionais (general papers) e os conhecimentos específicos (specialized papers);
  • prova oral, que avalia a proficiência no idioma estrangeiro, inclusive na linguagem técnica necessária para desenvolver as atividades relacionadas à área escolhida.

Os aprovados nas três fases são convocados para preencher as vagas após três meses. Existe também a possibilidade de entrar em um cadastro de reserva, que permanece à disposição da ONU até a realização de uma nova seleção.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *