Quanto a Globo Ganha com o BBB?

Já é uma tradição: em todo começo de ano, estreia mais uma edição do BBB. Veja quanto a Globo ganha com o programa.



O BBB – Big Brother Brasil – é uma das principais atrações da Rede Globo de Televisão. O reality show foi desenvolvido por John de Mol, da Holanda. A primeira edição foi ao ar em 1999. No Brasil, o programa completa 17 anos em 2017.

Quanto a Globo ganha com o BBB (propaganda e patrocínios)

O faturamento da Globo é difícil de quantificar, já que os contratos de patrocínio são protegidos pelo sigilo. O programa consiste na reunião de 15 ou 16 participantes estranhos entre si em uma casa equipada com dezenas de câmeras de vigilância; a cada semana, um deles é eliminado e os últimos a permanecer recebem em prêmios de R$ 1,5 milhão (o vencedor) e R$ 150 mil (o segundo colocado). Além disto, são disputados carros e cheques de até R$ 70 mil, em provas realizadas no decorrer do BBB.

bbb faturamento

Oficialmente, a TV Globo nunca se pronunciou sobre quanto ganha com o BBB ou qualquer outra atração da sua grade. Sites especializados em programação televisiva, no entanto, garantem que o faturamento atualizado ultrapassa a média dos R$ 180 milhões a cada edição: no total, já foram arrecadados R$ 3 bilhões nos 17 anos de BBB.

Por estas estimativas, a Globo ganha, com o BBB, quatro vezes mais do que a TV Record, com “A Fazenda”, que teve prejuízo de R$ 25 milhões na edição nº 7, de 2014. O programa foi reformulado e teve o antigo apresentador (Britto Júnior) substituído por Roberto Justus. Os números da emissora paulista melhoraram sensivelmente neste ano.

O percentual referente às ligações telefônicas (chamadas para números 0300 e, portanto, tarifadas) e envios de mensagens para voltar em quem deve deixar a casa é de apenas 8%, mas suficiente para garantir o pagamento das despesas operacionais da votação.

Em 2017, mesmo antes de estrear, o BBB garantiu mais R$ 100 milhões para os cofres da emissora. A TV Globo colocou quatro cotas de patrocínio, pelos três meses de duração do programa, e todas foram vendidos antecipadamente.

O BBB, no entanto, parece estar perdendo o folego. Depois do recorde de 2005, com 47,5 pontos registrados no IBOPE Media Information, cada vez menos espectadores estão se interessando por este reality show: a audiência, desde então, vem despencando ano a ano, com média de apenas 29,7 pontos (um sonho para outras emissoras, mas quase um pesadelo para a TV Globo).

O faturamento, no entanto, continua saudável. O maior, em números absolutos, pertence ao BBB 2014: foram seis cotas de patrocínio negociadas (reajustadas em mais de 12%), que geraram R$ 161 milhões para a Globo.

Os números do BBB são sempre astronômicos e vão além dos patrocínios oficiais: em 2012, a Globo 341 ações de merchandising (inserções rápidas de apresentação de produtos durante a interação do participantes); no ano seguinte, os espectadores assistiram a 544 destas ferramentas de marketing – um aumento de 60%.

O jornalista e apresentador Pedro Bial, no comando do BBB desde a sua primeira edição, ganha R$ 3 milhões para apresentar os três meses da edição 2015 (ele também apresenta outro programa da Globo, o “Na Moral”).

Hoje, Tiago Leifert ganha cerca de R$200 mil por mês, no entanto nos 3 meses de BBB o apresentador irá ganhar R$300 mil mensais.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *